“Quando Jesus nasceu, Satanás incitou o governo a matar bebês”, diz pastor sobre o aborto

"Quando Jesus nasceu, Satanás incitou o governo a matar bebês", diz pastor sobre o aborto</div> <p>
“Quando Jesus nasceu, Satanás incitou o governo a matar bebês”, diz pastor sobre o aborto

Com apenas uma pequena anotação manuscrita, o autor e pastor cristão Mark Driscoll resumiu a verdade sobre o aborto e a destruição que a matança de bebês tem causado em todo o mundo, já desde o tempo do nascimento de Jesus.
“Quando Jesus era bebê, Satanás incitou o governo a matar bebês”, diz a nota. “Novo governo. Os mesmos velhos demônios”.
O tweet de Driscoll foi em resposta à aprovação de uma nova lei no estado de Nova York, que basicamente legaliza o aborto até o momento do nascimento.
No início desta semana, o Senado estadual — controlado pelos democratas — aprovou a “Lei de Saúde Reprodutiva” por uma votação de 38-24. Logo depois disso, o governador Andrew Cuomo (também democrata) assinou o projeto de lei.
Durante anos, os republicanos controlaram a câmara legislativa e bloquearam a proposta ambígua que permite o aborto dentro de 24 semanas do início de uma gravidez ou “a qualquer momento quando necessário para proteger a vida ou a saúde de uma mulher”.

Pastor Mark Driscoll postou uma foto da anotação em seu perfil oficial do Twitter. (Imagem: Twitter)

A referência bíblica do pastor para fazer a afirmação impactante foi Mateus 2:16-18, que narra a ordem do rei Herodes para que o governo matasse todas as crianças do sexo masculino em Belém, que tinham até dois anos de idade. Ele queria garantir que o recém-nascido Jesus fosse morto. Na época, o rei temia a profecia de que Jesus realmente se tornaria o rei dos judeus.
O plano de Herodes foi frustrado quando um anjo apareceu para José em um sonho e lhe disse para levar Maria e Jesus ao Egito para proteger o recém-nascido salvador.
Hoje, muitos cristãos em todo o mundo observam a Festa do Santo Inocente, ou Dia dos Inocentes, realizada alguns dias depois do Natal para lembrar as crianças mortas pelo comando de Herodes. A igreja primitiva os reverenciava como os primeiros mártires, embora não esteja claro quando exatamente o dia da lembrança foi estabelecido.
FONTE E CRÉDITOS pastor cristão Mark Driscoll
COMPARTILHE !!

WhatsApp chat